Kaik Brito perde na decisão unânime, e Erivan “Negão” fica com cinturão dos leves do NP FIGHT

Campeão perdeu a invencibilidade depois de lutar pela primeira vez na carreira um terceiro round

Erivan “Negão” manteve o protocolo de vencer todos os goianos que lutou   FOTO: Matheus Medeiros

A terceira defesa do cinturão até 70 kg na oitava edição do NP FIGHT BRASIL MMA , não acabou como esperado para o goiano Kaik Brito. Em um duelo duríssimo travado contra o brasiliense Erivan “Negão” (Five Rounds- DF), o detentor do título dos leves da organização pela decisão unânime dos juízes (29-28 29-28 29-28),experimentou sua primeira derrota, desde que estreou no próprio NP FIGHT em 2015.

 

FOTO: Matheus Medeiros

Kaio nunca tinha passado do segundo assalto, na meteórica carreira, desta vez, o duelo durou 3 rounds, com ambos os lutadores protagonizando vários momentos dramáticos, levando a galera a loucura durante todos os assalto rounds.

FOTO: Matheus Medeiros

Erivan “Negão” levou o cinturão da categoria e reafirmou o legado de ser o pesadelo dos goianos que enfrenta. Até agora, venceu todos os atletas de Goiás que encarou dentro do octógono.

Com a dureza que lhe é atribuída, Erivan conseguiu aguentar os duros golpes do “trocador” oriundo do Muay Thay , e de quebra, foi capaz da façanha de dominar as iniciativas do talentoso e até então invicto Kaik Brito, que durante todo combate mostrou raça e muita determinação, mas isso não foi o suficiente para convencer os juízes.

O lutador que no Brasil está invicto (sua única derrota foi em combate na Rússia), agora tem um cartel de 11 vitórias e uma derrota.
Com a vitória, Erivan é o segundo atleta do Distrito Federal detentor de um cinturão da organização NP FIGHT, Rafael Celestino foi o primeiro, quando derrotou na sexta edição do evento o goiano Júlio César dos Santos, e conquistou o título dos médios (até 84 kg).

 

Confira abaixo os resultados oficiais do evento

NP FIGHT BRASIL 8: Kaik Brito vs Erivan “Negão” – Defesa de cinturão categoria 70 kg

• Erivan “Negão” venceu Kaik Brito por decisão unânime dos juízes(29/28-29/28-29/28);
• Henrique Marques venceu Bruno Fernandes por finalização (chave de braço no triângulo) aos 2’19’’do 2º round;
• Raul Marcos venceu Jonathan “Mineiro” por finalização (chave de tornozelo) aos 2’40’’do 2º round;
• Jefferson André venceu Raphael Roosevelt nocaute (socos) aos 3’12’’do 2º round;
• Alessandro Felipe venceu Alex “Demolidor” aos 4’01’’ do 1º round;
• Cristian Silva venceu Gilvan Alves por nocaute aos 1’34’’do 2º round;
• João Victor venceu Ruan de Almeira por finalização aos 0’55’’ do 1º round;
• Leandro Souza venceu Ronilson “Piratinha” por nocaute aos 2’32’’do 1º round.

Confira aqui as fotos do evento

 

Categorias
MMA
Um Comentário
  • Helio Pezim
    18 dezembro 2017 at 13:12
    Deixe uma resposta

    foram grandes lutas, e a principal uma guerra

  • Deixe uma resposta

    *

    *

    RELACIONADOS