Segunda edição do BJFC em Bom Jesus de Goiás se consolida no calendário de eventos de MMA no Centro-Oeste

A aguardada nova edição reuniu lutadores de Goiás, DF e MG

As belas do BJFC

A cidade de Bom Jesus de Goiás, município do sul de Goiás, recebeu neste sábado (07) a segunda edição do esperado evento de MMA BJFC.
O evento que é uma promoção do incentivador do esporte, o atleta de MMA John Willian, que trouxe para dentro do octógono lutas amadoras e profissionais.
O show de artes marciais mistas contou com equipes da própria cidade de Bom Jesus, da capital Goiânia, além de municípios de Goiás como Caldas Novas e Goiatuba, bem como de Brasília e Minas Gerais.

Nesta segunda edição, o destaque para a disputa do cinturão inaugural da organização, pela divisão dos médios (até 84kg).

Alessandro Leal, campeão peso médio BJFC recebeu a cinta do Presidente da FMMAGO Fernando Rodriguez

A disputa ficou por conta entre o veterano de Uberlândia, Alessandro Leal( CTA Imperius) e o brasiliense Lenyldo “Tigre” (FC Marcelo “Tigre”). Em um combate que agitou o público presente, a experiência de Alessandro Leal prevaleceu, e o mineiro venceu a luta ainda no primeiro round por finalização (Chave de Pé).

Outro destaque foi a luta na amadora, onde o aluno do Projeto Social “Lutando Pelos Sonhos “ desde 2014, mostrou mais uma vez, porque é considerado a promessa do MMA da região.

“Mosnstrinho” é treinado no Projeto Social “Lutando pelos Sonhos” para ser futuro campeão peso palha profissional

O jovem prata da casa, José Vinícius “Mostrinho” (CTA) enfrentou Taylor Daniel (CTF Center Fight Team) de Uberlândia-MG. Melhor para “Mostrinho”, que conseguiu segurar o jogo duro imposto pelo adversário mineiro.  Ao final, em decisão dividida, vitória para o lutador peso palha (até 52 kg) de Bom Jesus de Goiás.

John Wilhan, lutador e treinador, é o responsável por fazer o BJFC acontecer. Mantém um projeto social no município que tem como missão implantar as artes marciais na cultura da juventude bonjesuense, usando o MMA como ferramenta de inclusão social.

John Willian , criador do BJFC

Fazer o BJFC é mais que organizar um evento para entretenimento, é colocar na vida desses meninos e meninas a disciplina, determinação e espírito competitivo. E um jovem formado assim, é um jovem a menos fora da criminalidade , é um atleta” , afirmou John Willian ao conferir o sucesso dos alunos no cardo do BJFC.

Confira os resultados completos do BJFC

Card Profissional

• Alessandro Leal venceu Lenyldo “Tigre” por finalização (Chave de Pé) aos 1:25 do 1° round;
• Wagner “Aranha” venceu Mikael dos Anjos por nocaute técnico aos 4:50 do 2° round;
• Luiz Fernando “Jimme” venceu Diego “Pit Bull” por finalização(Arm Lock) aos 0:44 do 1° round;
• Maurício Santos venceu Mário Bross por finalização(Arm Lock) aos 1:47 do 1° round;
• Lucas “Loko” venceu Mateus Dias por finalização (Arm Lock) aos 4:50 do 2° round.

Card Amador

• David “Mineirinho” venceu Pedro “Pica-Pau” por finalização (Arm Lock) aos 0:34 do 1° round;
• Rodrigo Basílio venceu Itamar Dias por finalização (Arm Lock) aos 2:21 do 2° round;
• José Vinicius “Monstrinho” venceu Taylor Daniel por decisão dividida;
• Léo “Caroço” venceu Antônio Gregório por nocaute(socos) aos 0:21 do 1° round;
• Samuel “Ciborguim” venceu Nelcione “Bigorna” devido à desclassificação (golpe ilegal), aos 0:26 do 2° round;
• Murilo Henrique venceu Wanderson “Nene” por nocaute técnico aos 2:08 do 1° round;
• Lucas “Peixero” venceu Eduardo “Bahiano” por nocaute técnico aos 0:42 do 2° round.

 

Categorias
DESTAQUEMMASem classificação

Deixe uma resposta

*

*

RELACIONADOS